• Facebook - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • SoundCloud - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle

A História

Andreiuk Trio - Fusion Jazz

O Andreiuk Trio nasceu em 2016, mas as sementes que germinaram em julho daquele ano com a vontade de Rodrigo Andreiuk de fazer seu Mestrado em Berklee em Valência, já haviam sido plantadas em boas experiências anteriores com o baterista Gerson Lima Filho.

Ao buscá-lo para propor o projeto, conheceu também Viktor De Lima, irmão de Gerson e baixista profissional que se juntou ao projeto e, assim, rapidamente, e com grande fluência entre os músicos, nasce o trio.

O projeto de mestrado prosperou e trouxe como resultado a primeira performance internacional do trio na Hungria, juntamente com a Orquestra Sinfônica Artística de Budapeste, na execução da Sinfonia autoral de Rodrigo Andreiuk: Brazilian Symphonic Fantasy, em primeiro de julho de 2017.

O Andreiuk Trio é um grupo brasileiro contemporâneo de Progressive Fusion, composto por um piano tradicional, baixo e bateria. Mostra as composições de Andreiuk e arranjos originais de artistas como Egberto Gismonti, Hermeto Pascoal entre outros, misturando ritmos e influências regionais brasileiras com uma pitada de jazz, dentro de uma abordagem de fusão moderna.

 

Rodrigo Andreiuk

O Pianista

Rodrigo Andreiuk é um pianista brasileiro, compositor e produtor musical, influenciado por uma grande variedade de estilos que vão desde o clássico ao pop, passando pelo jazz e chegando até o rock. Se tornou reconhecido por sua habilidade em empregar essas diferentes orientações musicais em seus trabalhos de piano, composição e produção musical.

Como músico internacional, Rodrigo trouxe sua energia brasileira ao público também na Espanha, Alemanha, Hungria, Áustria, Austrália, Nova Zelândia, EUA e Inglaterra. Participou em pouco mais de vinte e cinco lançamentos, tanto como produtor como instrumentista. Rodrigo lançou seu próprio DVD solo como pianista em 2009, apresentando composições e arranjos originais de outros artistas brasileiros e, como compositor e produtor, um projeto de trilha sonora completo que foi aos cinemas do Brasil em 2016.

Como aluno, Rodrigo estudou com pianistas e professores muito influentes como o Dr. Carlos Yansen, Polo Orti, Guilherme Ribeiro, Albano Salles, Polo Orti, entre outros, e durante seu programa de Mestrado em Berklee College of Music, foi pupilo do multi-instrumentista mexicano Victor Mendoza, que foi seu orientador até sua graduação em julho de 2017.

Além de ter se formado como Mestre em Música em Performance e Produção Musical Contemporânea na Berklee College of Music, Rodrigo está atualmente trabalhando no lançamento do Andreiuk Trio, o Brazilian Progressive Fusion Project, juntamente com Viktor de Lima no baixo e Gerson Lima Filho na bateria. Este projeto apresenta influências de artistas como Egberto Gismonti, Rick Wakeman, Hermeto Pascoal, André Mehmari, entre outros, e inclui sua mais nova composição, a “Brazilian Symphonic Phantasy”, gravada ao vivo com seu Trio e a Orquestra Sinfônica Artística de Budapeste nos estúdios da tradicional MR2-Petófi Rádió em julho de 2017, sob a batuta do Maestro Peter Petsjik, trabalho este que rendeu honras e medalha de bronze na competição internacional World Music Awards, como compositor.

Viktor De Lima

O Baixista

Bacharel em Música Popular pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP, Viktor De Lima sempre valorizou o ensino e o conhecimento.

 

Por isso, estudou com grandes músicos como Gary Willis, John Patitucci, Dan Haerle, Frank Reinshagen, Joe Mulholland, Pat Martino, Herbie Hancock, Mario Campos, Itamar Collaço, Paulo Paulelli, dentre muitos outros.

 

Em sua jornada de pesquisas e vivências traz muitas experiências que transitam pelo funk, rock, blues, jazz, fusion, salsa, pop, flamenco e claro, pela música brasileira.

 

Além de integrante do Andreiuk Trio, com quem fez sua primeira turnê internacional em 2017, o baixista também faz parte do trio fusion instrumental Alien Groove e se apresenta com a pianista brasileira Christianne Neves e o violonista flamenco hispano-brasileiro Flavio Rodrigues.

 

Foi arranjador e diretor musical da quarta montagem autorizada do musical “A Ópera do Malandro” de Chico Buarque e dos shows da cantora de MPB e jazz Sara Bonfim.

 

Paralelamente, Viktor De Lima desenvolve um trabalho como professor de música e preparador para provas de aptidão, tendo alunos aprovados em conservatórios e universidades de música no Brasil, Canadá e Estados Unidos.

Gerson Lima Filho

O Baterista

É formado pelo IP&T (Instituto de Percussão e Tecnologia) onde estudou anos com Christiano Rocha, além de técnicas específicas com vários professores como: Giba Favery, Jayme Pladevall, Ivan Busic, Cuca Teixeira entre outros.

Em 2015, foi indicado pelo aclamado baterista “Dom Famularo” para figurar na Lista da Revista Modern Drummer americana como um dos melhores professores no Brasil ao lado de Cuca Teixeira, Vera Figueiredo, Christiano Rocha, Giba Favery, Aquiles Priester, entre outros.

Além do projeto com o Andreiuk Trio, toca com o Power Trio instrumental de Rock Fusion chamada Alien Groove a qual já lançou um CD intitulado “ao vivo” e um DVD mesclando o show ao vivo e músicas gravadas em estúdio. Participam neste trio o guitarrista Rodrigo e o baixista Viktor De Lima.

Já trabalhou como sideman e gravou com os artistas Léo Maia (Filho do Tim Maia), Paulo Miklos (Ex-Titãs), Fernanda Abreu, Luiza Possi, Afonso Nigro, Kid Vinil, George Israel (Kid Abelha), Tiago Costa (Pianista), Swami Jr., entre outros.

É um nome importante na Internet com um canal que leva seu nome e ensina a tocar bateria. Com mais de 30 mil inscritos e milhões de visualizações, sua grande presença digital apenas reforçou sua vontade de ensinar.